domingo, 4 de dezembro de 2016

Curiosidade: Mulheres muito próximas sincronizam a menstruação?

Todos conhecem a famosa lenda que mulheres que vivem juntas regulam seus ciclos menstruais. Mas será que ela não passa de uma crença popular? Ou teria algum embasamento científico?

Uma teoria forte, difundida na década de 70, para esta sincronização se basearia em uma estratégia feminina evolutiva de cooperação mútua. Ou seja, se as mulheres menstruarem juntas, o período fértil também coincidiria, o que impede que um único homem engravide todas ao mesmo tempo.

Mas diversas pesquisas realizadas neste campo, no entanto, não encontraram qualquer evidência que explicasse a sincronia dos ciclos.

Segundo a Folha de S. Paulo, recentemente, pesquisadores resolveram investigar se a sincronização poderia estar atribuída à casualidade. Para provar a teoria, compararam dados, coletados durante seis anos, de ciclos de babuínos. Chegaram a duas conclusões: na primeira, o modelo seguia a ideia da "estratégia evolutiva", já a segunda, os padrões foram atribuídos ao acaso.

Embora estudos no futuro possam comprovar as bases científicas deste fenômeno, muitos pesquisadores permanecem céticos. "Talvez, o que a gente observa atualmente nada mais seja do que o acaso", diz Alexandra Alvergne, professora-adjunta de Antropologia Biocultural na Universidade de Oxford.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários, principalmente os comentários postados pelo Facebook; Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.

Seu comentário será enviado para o moderador.