sexta-feira, 15 de março de 2019

Conselho Regional de Medicina registra três casos de falsos médicos no RN

Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte (Cremern) registrou, de janeiro até este mês de março de 2019, três casos de falsos médicos que atuavam ilegalmente no estado. O Cremern acredita que o número de profissionais irregulares é ainda maior e que há casos que sequer são notificados.
Segundo o Conselho, a maioria das denúncias recebidas do exercício ilegal da profissão não envolve a participação direta de um médico com registro no CRM. Assim, são encaminhadas ao Ministério Público Estadual (MPE), instância responsável para investigar e tomar as providências legais.
Para tratar do tema e ajudar a coibir e investigar os falsos médicos, o presidente do Cremern, Marcos Lima de Freitas, se reuniu na quinta-feira (14) com delegado regional de investigação da Polícia Federal, Agostinho Cascardo, e o corregedor regional da PF no RN, Alexandre Pauli.
Para ajudar no combate à atuação ilegal, o Conselho indica que médicos que exercem cargos de diretores técnicos e diretores clínicos dos estabelecimentos de saúde mantenham atualizados, junto ao Cremern, os cadastros dos médicos que trabalham nas respectivas instituições.
É possível também verificar o nome e o CRM de todos os médicos registrados e em atividade no Rio Grande do Norte através do site do Conselho.
G 1 (RN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários, principalmente os comentários postados pelo Facebook; Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.

Seu comentário será enviado para o moderador.