sexta-feira, 29 de março de 2019

Michel Temer vira réu na Justiça do DF por caso da mala de R$ 500 mil

O ex-presidente Michel Temer (MDB) virou réu hoje por corrupção passiva, na 15ª Vara Federal do Distrito Federal, no processo que apura se ele era um dos beneficiários de propina da empresa JBS. O juiz federal substituto Rodrigo Parente Paiva Bentemuller acolheu a denúncia apresentada pelo MPF-DF (Ministério Público Federal do Distrito Federal).

A ação ficou conhecida como "caso da mala", porque o ex-assessor de Temer e ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil das mãos do executivo da companhia Ricardo Saud. O MPF afirma que, no total, os pagamentos de propina poderiam atingir o valor de R$ 38 milhões ao longo de nove meses. UOL!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários, principalmente os comentários postados pelo Facebook; Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.

Seu comentário será enviado para o moderador.